grupo de alunos realizando exame psicotécnico para CNH

O exame psicotécnico é uma avaliação psicológica exigida pelo Detran para tirar habilitação. Descubra para que serve e como funciona este exame!

O exame psicotécnico é feito no início do processo de habilitação, é o primeiro passo antes de começar as aulas teóricas no CFC (Centro de Formação de Condutores). Este exame é realizado em uma clínica psicológica que seja credenciada perante ao Detran.

Podendo ser usado também em processos seletivos para vaga de emprego, o exame psicotécnico é um teste feito para entender o seu comportamento em algumas situações. E o mais importante é manter a calma durante a realização do exame para conseguir obter a aprovação. Saiba mais sobre esse exame, para que serve e ainda algumas dicas para que você consiga a aprovação. 

 

O que é o exame psicotécnico?

O exame psicotécnico é obrigatório para quem deseja obter a CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Não é um exame longo, apesar de analisar diversos pontos. Além disso, existem diferentes formas de realizar o teste, mas qual delas será usada depende de qual o objetivo final esperado. 

Por exemplo, testes de cálculo são utilizados para verificar a atenção e o raciocínio rápido. Já testes com desenhos e figuras geométricas verificam o nível de raciocínio lógico e de coordenação motora. 

 

Como funciona o exame?

O exame psicotécnico não exige nenhuma preparação específica, sendo a primeira etapa do processo de habilitação. Neste exame são observadas as condições cognitivas e lógicas, habilidades técnicas e traços psicológicos, além de características de aptidão e raciocínio visual do futuro motorista. 

Por meio de algumas questões e tarefas, são avaliados o comportamento, velocidade no processamento de informações, tomadas de decisões, concentração e memória, para saber se realmente o futuro motorista está apto a dirigir.  

 

É possível reprovar no exame psicotécnico? 

O exame psicotécnico não é igual uma prova objetiva, com alternativas certas e erradas, mas é um exame que avalia as condições psíquicas do condutor. 

Pode ser considerado inapto o candidato que, diante do exame, não apresentar equilíbrio físico ou mental para dirigir. Já quem é considerado inapto temporário tem uma necessidade de adequação para poder dirigir um automóvel. 

Neste caso, você terá um prazo de inaptidão e posteriormente  poderá realizar exame psicotécnico novamente.  

Quem pode aplicar o exame?

Como é um exame de avaliação psicológica, o exame psicotécnico e os resultados  obtidos precisam ser realizados e analisados exclusivamente por psicólogos peritos examinadores de trânsito ou especialistas em Psicologia do Trânsito, segundo a Resolução n° 425/12 do CONTRAN.

Os exames realizados também precisam ser aprovados pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP), mediante alguns requisitos para que os testes psicológicos possam ser reconhecidos e aptos à aplicação. 

Além disso, existem algumas orientações que devem ser seguidas pelos psicólogos para que seja aplicado o exame psicotécnico. Já que o perfil do candidato será composto com base em cada um dos exercícios realizados.

Com o resultado do exame o psicólogo avalia se o candidato tem aptidão ou não para dirigir. Vale lembrar que esses são os únicos profissionais capacitados para a realização deste exame. 

 

Dicas para se preparar para o exame psicotécnico

Para se preparar para o exame, você pode procurar vídeos, ler artigos relacionados e dialogar com pessoas que já realizaram o exame psicotécnico, para se sentir mais confiante na hora de realizar o exame. Confira algumas dicas para você fazer um bom exame:

  • Procure dormir bem na noite anterior;
  • Evite ingerir bebida alcoólica antes de realizar o exame;
  • Se alimente bem antes do exame;
  • Busque se organizar para chegar no horário marcado;
  • Tenha calma e tranquilidade para realizar o exame.

Assim, o exame psicotécnico é uma etapa importante a ser concluída para obter a primeira habilitação. Então mantenha a calma e tranquilidade para ser aprovado no exame. 

 

Portanto, tenha cuidado com o nervosismo e a preocupação excessiva, pois eles são as principais causas de reprovação no exame. Desta forma, não se deixe conduzir por esses fatores, mas busque agir com confiança e tranquilidade para passar no exame. 

Gostou das nossas dicas? Continue acompanhando o nosso blog e saiba mais sobre este assunto. 

Se tiver alguma dúvida entre em contato conosco para entender melhor como funciona este exame ou o processo em si para tirar a CNH. 

banner com texto incentivando as pessoas a chamarem no WhatsApp para tirar dúvidas sobre o processo da CNH